17 de MARÇO de 2017 | Fonte: Campograndenews

Deputados são recebidos com ato contrário à Reforma da Previdência

Foto Dilvulgação

O retorno de Brasília (DF) dos deputados federais sul-mato-grossenses ao Estado ocorre costumeiramente na noite de quinta-feira. Sabendo disso, manifestantes, seja qual for a causa, procuram o Aeroporto de Campo Grande neste dia e horário para realizar protestos e fazer cobranças dos parlamentares.

E hoje (16) não foi diferente. Parte do grupo que participa da greve nacional contra a Reforma da Previdência foi ao aeroporto e recebeu três deputados. O vídeo do manifesto foi enviado à redação pelo canal Direto das Ruas e pode ser visto ao fim da matéria.

O primeiro a aparecer no saguão foi Geraldo Resende (PSDB), que logo ficou cercado por pessoas que participavam do protesto, cobrando um posicionamento sobre a situação. Entre os manifestantes está o presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Roberto Botareli.

Logo depois, quem aparece é José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, que diferente do primeiro deputado, é abordado para fotos com alguns dos manifestantes. O último a aparecer no vídeo é Luiz Henrique Mandetta (DEM), que recebeu um papel com o manifesto antes da imagem ser cortada.

Mandetta foi alvo de protesto nesta quinta-feira. Após acamparem no condomínio onde mora o deputado Carlos Marun (PMDB), que preside a Comissão Especial que analisa na Câmara Federal a Reforma, manifestantes foram até o prédio onde mora o parlamentar democrata, cobrar que ele se oponha ao projeto, que está ainda em análise.