04 de AGOSTO de 2017 | Fonte: Redação

Ipês de Naviraí estão sofrendo ataques de pragas

Ipês sofrem ataques de parasitas

Os pés de Ipê de Naviraí, ao longo de ruas e avenidas estão, nesta época do ano, bastante floridos e apresentam um colorido deslumbrante aos nossos olhos. Todavia, se observarmos atentamente estas árvores, constataremos que elas estão sendo atacadas por um parasita terrível - a erva do passarinho.

 

A erva de passarinho é uma planta parasita que, por meio de raízes modificadas, absorve nutrientes da planta hospedeira, no caso, os ipês. Em muitos casos, além de causar o enfraquecimento da planta atacada, pode também levá-la à morte. Para não correr esse risco, a melhor recomendação, é retirar os ramos contaminados, o que pode ser feito por meio de uma poda de limpeza, podendo também ser, em alguns casos, extraída manualmente dos troncos das árvores.

 

E esta tem sido a preocupação da Vereadora Rosângela Sofa que constatou a instalação desta praga em árvores de ipê da cidade, pois trata-se de uma praga difícil de ser combatida, a infestação é grande e a contaminação bastante rápida e frequente, salienta a Vereadora.

 

A praga é transmitida de uma árvore para outra através do excremento dos passarinhos, que se alimentam de sementes da planta e fabricam suco gástrico que favorece a germinação. Segundo biólogos especializados, uma vez fixada no hospedeiro, a planta daninha passa a competir pela extração dos elementos vitais: água, luz e nutrientes, além de exercer inibição sobre o desenvolvimento da planta.

 

Segundo Astolfo Carlos Mendes da Gerência de Meio Ambiente, já comprometeu-se em resolver esse problema levantado pela vereadora e disse ter a administração o maior interesse em salvar os ipês que, nesta época do ano  proporcionam um espetáculo de cores maravilhoso.