27 de NOVEMBRO de 2017 | Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura

Empresários Italianos visitam Naviraí

Visita de representantes de empresa italiana em Naviraí

Neste sábado (25), o prefeito José Izauri de Macedo e os gerentes de Meio Ambiente Astolfo Carlos Mendes, administração, Eduardo Mendes e Obras, Ana Paula Rocha estiveram recebendo a visita de empresários representantes de uma empresa italiana no seguimento de aproveitamento de resíduo solido. No encontro também estiveram presentes os vereadores Claudio Cezar (Fi da Paiol), Rosangela Sofa e Ederson Dutra (Neninha).

O prefeito juntamente com assessores e vereadores levaram os empresários até o aterro sanitário para verificar in-loco o acondicionamento do lixo urbano. A vinda dos empresários foi no sentido de fazer uma proposta para a instalação de uma usina de tratamento de resíduo sólido, (lixo). Segundo o representante da empresa italiana, Marco Bassetto há 40 anos vem trabalhando nessa área e agora com expansão aqui no Brasil.

Marco comentou que já se encontra em fase de negociação  três municípios brasileiros, um na cidade de Itabaiana (Bahia), um no estado do Rio Grande do Sul, Canoas e dois aqui no Mato Grosso do Sul, sendo Ponta Porã e agora Naviraí.

O empresário disse por ser Navirai um município polo, o projeto  é  trabalhar com 100 toneladas dia de lixo, e aqui são produzidos aproximadamente 40 toneladas. Os municípios do conesul do estado estão com problemas sérios de estar dando um destino final no lixo, com a implantação da usina aqui, irá facilitar,  já que existe um consórcio com 14 municípios vizinhos o que daria condições do funcionamento solucionando um problema crucial e barateando o custo para esses municípios.

Marco Bassetto comentou que o projeto é ambicioso, mais viável. “O que gostaríamos de implantar aqui, seria uma tecnologia de plasma, que significa tratar qualquer tipo de resíduo como lodo de esgoto, lixo hospitalar, domiciliar, pneus, industrial, agrotóxicos entre outros. O investimento para a implantação será na ordem de 150 milhões de reais  gerando uma receita para o munícipio através do ISS e 40 empregos diretos e ainda a comercialização de energia elétrica gerada com o aproveitamento do lixo”. Destacou o empresário.

Para o prefeito Izauri a implantação dessa usina de tratamento de resíduo sólido no munícipio é extremamente de suma importância, pois vem solucionar um problema de muito tempo que é o direcionamento do lixo produzido, além de somar receita vem baratear os custos para a destinação do resíduo sólido.