Estudo sugere melhorias em pontos de ônibus para reduzir percepção de espera

Estudo encomendado pela de Campo Grande como parte da revisão do PDTMU (Plano Diretor de Transporte e Mobilidade Urbana) está propondo uma série de melhorias nos pontos de ônibus do transporte público da cidade.

Por Expressão Naviraí em 24/06/2024 às 18:44:52

Estudo encomendado pela de Campo Grande como parte da revisão do PDTMU (Plano Diretor de Transporte e Mobilidade Urbana) está propondo uma série de melhorias nos pontos de ônibus do transporte público da cidade. O objetivo principal é tornar mais eficiente a experiência dos usuários do transporte coletivo, reduzindo a percepção de tempo de espera e aumentando a atratividade do sistema como um todo. O relatório elaborado pela empresa Logit Engenharia Consultiva, contratada para desenvolver o projeto, destaca a importância da infraestrutura dos pontos de ônibus para a qualidade do serviço. Conforme o estudo, Campo Grande enfrenta grandes desafios relacionados à falta de padronização e à manutenção inadequada dos pontos de parada, fatores que impactam negativamente na experiência dos passageiros. Segundo o estudo, a melhoria da infraestrutura dos pontos de ônibus tem potencial para atrair mais usuários ao transporte coletivo. Entre as propostas estão a instalação de boa iluminação nos arredores para garantir segurança durante períodos noturnos, a adequação do pavimento das calçadas para melhorar a acessibilidade e evitar acidentes, além da inclusão de mobiliário urbano adequado, como abrigos contra intempéries climáticas, assentos e lixeiras. ( veja o exemplo abaixo ) Um dos destaques do projeto é a introdução de pontos de ônibus avançados em locais estratégicos. Esses pontos permitem que o ônibus faça a parada para embarque e desembarque de passageiros diretamente na faixa de rolamento, o que reduz o tempo de manobra e aumenta a velocidade e confiabilidade do serviço. A medida também pode melhorar o espaço público ao longo das ruas, criando áreas para espera, estacionamento de bicicletas e outros dispositivos. De acordo com a proposta, os pontos de ônibus serão classificados de acordo com a demanda e hierarquia de cada localidade, garantindo que todas as áreas da cidade se beneficiem das melhorias planejadas. Além disso, a revisão do plano diretor do transporte incluirá uma projeção de fases das intervenções, levando em consideração o orçamento disponível para investimentos em mobilidade urbana. "A melhoria dos pontos de parada não é apenas uma questão estética, mas sim uma medida estratégica para tornar o transporte coletivo mais atrativo e eficiente", destacou o relatório. A expectativa é que as mudanças propostas não apenas aumentem a satisfação dos usuários atuais, mas também incentivem novos usuários a optarem pelo transporte público, contribuindo para a redução do tráfego e melhoria da qualidade de vida na cidade. O próximo passo do projeto será a elaboração da minuta da lei, consolidando as metas e estratégias definidas no estudo atual. A revisão do plano e a regulamentação da aplicação da Política Municipal de Mobilidade e Acessibilidade Urbana estão previstas no Projeto de Lei nº 11.332/24, que está na pauta de votação dos parlamentares de terça-feira (25). Na manhã desta segunda-feira (24), representantes da população participaram de audiência pública sobre a revisão do PDTMU (Plano Diretor de Transporte e Mobilidade Urbana de Campo), na Câmara Municipal, para apontar diversos problemas da cidade como falta de acessibilidade nas ruas e a situação do transporte público.

Fonte: CGNEWS

Comunicar erro

Comentários