Com 85% de rodovias federais em boas condições, MS acompanha recorde nacional

Na região Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul apresentou um dos melhores índices de ICM (Condição da Manutenção) da malha rodoviária federal com 85% na classificação 'bom'.

Por Expressão Naviraí em 09/07/2024 às 11:55:44

Na região Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul apresentou um dos melhores índices de ICM (Condição da Manutenção) da malha rodoviária federal com 85% na classificação 'bom'. Calculado pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), o indicador aponta que o Estado fechou apenas com 1% em 'ruim'. O indicador é calculado mensalmente pelo DNIT a partir de levantamento de campo que define a classificação nos segmentos 'péssimo', 'ruim', 'regular' e 'bom'. No levantamento de campo, o ICM analisa o índice de pavimentação e o de conservação. Cada um, no valor final, representa 70% e 30%. O Ministério dos Transportes divulgou os dados em junho em referência a análise feita no mês de maio. Em contraste com os 85% que Mato Grosso do Sul alcançou em maio deste ano, o Ministério dos Transportes também divulgou que em 2016 o indicador do Estado era de 53% 'bom' e 25% 'ruim'. A nível nacional, a pesquisa aponta que 70% das rodovias federais brasileiras têm ICM considerado 'bom', sendo esse um recorde da melhor proporção neste ano. No Centro-Oeste, os estados do Distrito Federal, Mato Grosso e Goiás, conquistaram, respectivamente, 89%, 78% e 85% no índice 'bom' do ICM. São Paulo teve indicador bom em 93% e foi o que apresentou o maior índice entre os estados no Brasil. O Espírito Santo também foi outra surpresa com indicador bom de 94%, enquanto o ruim e péssimo ficou em 1%. Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais .

Fonte: CGNEWS

Comunicar erro

Comentários