19º Encontro Nacional do Sistema Plantio Direto aborda práticas sustentáveis na agricultura

Iniciado nesta terça-feira (9), o 19º Encontro Nacional do Sistema Plantio Direto reúne até a próxima quinta-feira (11), especialistas em agricultura, produtores rurais nacionais e internacionais, expositores de tecnologias agrícolas, cientistas, além de outros profissionais do setor, no complexo da Bahia Farm Show, em Luis Eduardo Magalhães, no Oeste da Bahia.

Por Expressão Naviraí em 09/07/2024 às 22:41:18

Iniciado nesta terça-feira (9), o 19º Encontro Nacional do Sistema Plantio Direto reúne até a próxima quinta-feira (11), especialistas em agricultura, produtores rurais nacionais e internacionais, expositores de tecnologias agrícolas, cientistas, além de outros profissionais do setor, no complexo da Bahia Farm Show, em Luis Eduardo Magalhães, no Oeste da Bahia.

O evento que acontece a cada dois anos, é um dos mais importantes sobre manejo e boas práticas agrícolas do país.

O produtor rural Volnei Zorzi e o consultor técnico, Cleverson Pozzebon, consultor técnico, trabalham na agricultura do Paraguai nas culturas de soja, milho, feijão e trigo, e viajaram mais de dois mil quilômetros para o encontro, realizado neste ano, pela primeira vez, no Nordeste.

“Nós acompanhamos os eventos da federação, estivemos em Foz do Iguaçu e agora optamos por fazer mais de dois mil quilômetros e participar disso aqui. A gente veio de carro para poder conhecer melhor a região e já entregou mais do que nós esperávamos. Estamos contentes com o evento e vamos continuar seguindo." disse Zorzi.

"Se a gente pensar no sistema de produção resiliente e sustentável ao longo do tempo, não vejo outra possibilidade senão a adoção integral do Sistema Plantio Direto, mais integral em todos os aspectos, de não remover o solo da rotação de culturas, que é o pilar esquecido da maior parte dos produtores. Manter a falha sobre o solo não é suficiente.", pontuou o consultor.

Para o presidente da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), o evento aborda temas importantes como carbono e regeneração do solo.

"Então realmente trazendo coisas importantes sobre o carbono, sobre uma terra generativa, o cuidado que nós vamos ter com o solo, realmente uma palestra que chamou muita atenção. Então isso é o passo a passo, teremos diversas outras palestras pela frente. Tudo isso trazendo a modernidade, aquilo que nós queremos, que é o encontro com a natureza e o bem de todos nós.", disse.

Sistema Plantio Direto (SPD)

De acordo com a Federação Brasileira do Sistema Plantio Direto (Febrapdp), com foco na produção sustentável de alimentos, fibras e energia, o Sistema Plantio Direto (SPD), é uma prática agrícola que atualmente cobre cerca de 36 milhões de hectares no Brasil, uma das mais importantes na agricultura.

Para Marie Bartz, professora doutora e integrante da comissão técnica científica da Febrapdp, o cenário climático incerto, é um dos fatores que tornam a prática agrícola tão importante.

"Nesse cenário que a gente tem hoje, que é evidente das mudanças, das alterações climáticas, a gente vê cada hora está mais instável a questão de chuva, secas e tudo mais, e o Sistema Plantio Direto, ele sim, ele bem conduzido é uma maneira de conservar o solo. Se a gente não cuida do solo, a gente não vai ter produção de alimentos e gere toda uma consequência que vai refletir na sociedade”, explica Bartz.

Transmissão do Canal Rural

No primeiro dia, além das palestras, o painel "Solo e a Vida: o Plantio Direto como base para a agricultura sustentável", foi transmitido para todo o brasil pelo Canal Rural.

Para o presidente da Federação Brasileira de Plantio Direto, Jônadan Ma, as plataformas da emissora são importantes elos com produtores de todo o país.

"Com certeza, o Canal Rural, como o próprio nome, tem o DNA do rural, do campo, do agronegócio, e para nós é uma honra ter um painel específico da emissora, dedicado e ao vivo”, explica o presidente da Febrapdp.

Jônadan também explicou sobre o conceito e importância do SPD no solo. “Então, nós incrementamos também o conceito de biodiversidade, que é a rotação de culturas, quer dizer, manter o solo com uma biodiversidade plena a todo vapor, mantendo a vida no solo e também a questão de termos uma cobertura permanente do solo, seja com uma palhada ou seja com uma planta, uma planta verde, e tudo isso integrados", disse.

Sistema Plantio direto, SPD, Febrapdp, Luis Eduardo Magalhães, Oeste da Bahia, evento
Foto: Jefferson Aleffe/Marca Comunicação

O painel abordou também a importância do trabalho científico como aliado do produtor e do meio ambiente.

O presidente da comissão técnico científica da Febrapdp, João Carlos Moraes de Sá, apresentou dados técnicos e início da trajetória no projeto SPD+ Agro.

“Hoje nós temos a possibilidade de apresentar um banco de dados que vai dar um suporte para o avanço da nossa agricultura. Eu, como brasileiro, estou extremamente honrado e orgulhoso de poder compartilhar isso.

Também destacou a oportunidade extremamente importante a gente variar a sede de cada evento, buscando integrar a região. O Platô Baiano, como eu chamo, ele é uma zona edafoclimática extremamente rica e importante.


Quer participar do Canal Rural Bahia? Tem alguma ideia, inovação agrícola ou sugestão de pauta? Clique aqui e envie para o nosso WhatsApp!

Fonte: Canal RURAL

Comunicar erro

Comentários